O pai solteiro de Bianca

-Pai! Quer ver a foto de meu namorado?

Difícil estudar, difícil trabalhar e os filhos , por mais que se tente, fogem do controle. 
E por mais que eu me esforce , ainda tenho uma filha que entende que receber conselhos parece algo ultrapassado. 
E não deixo de dar razão à ela , porque isso só poderia acontecer, dar conselhos , se todas as nossas experiências fossem mais compartilhadas.

-Como assim? Você só tem treze anos e já está namorando?Não sabia disso!

Voltei então a me sentar e trabalhei até a manhã, preparando meu próximo relatório de trabalho.
Nenhuma dúvida em relação à Bianca.
Não e não! -eu pensava.

O café da manhã foi silencioso. 
Parecia que tinha dado a ordem para ela ignorar e esquecer aquilo que parecia um princípio de diálogo, ainda que certamente nenhum de nós dois pudesse pensar em outra coisa.

Comecei a me lembrar de quando Bianca nasceu. 
Estava prestando serviços militares quando recebi a notícia. 
Casei logo à seguir. 
Não estávamos preparados e as dificuldades foram muitas. 
Quando tudo começou a melhorar, acabamos nos separando, cada um para um lado, e me vi , também, longe de Bianca, então com 8 anos, que passou a morar com a mãe em São Paulo. 
Por outro lado, as alegrias também foram imensas nos reencontros quinzenais .
Repletos de cumplicidade e confiança. 

Mas há dois anos, a mãe resolveu trabalhar no Canadá e Bianca não pode ir . 
Apoiei a decisão, claro, pois ela estava no meio de um período escolar.
Confesso que me assustei no início. 
Imaginei o que poderia fazer um pai solteiro, cumprindo tarefa de dois.
Tive muitos problemas para seguir a educação básica para o desenvolvimento dela. 
Aos poucos, porém , eu e Bianca, tentamos adaptar à vida nova. 

Ainda estamos tentando...

Fiquei emocionado quando, vi minha Bianca abrir a porta, avançar, de pijama e descalça, e se atirar então a meu pescoço, e me abraçar, murmurando: 
- Boa-noite, te amo muito, papai!
Depois, baixinho, dizendo:
-Pai, promete conversar mais comigo? Tenho tantas novidades boas para te contar!

A minha resposta foi um sim, rápido , ao invés de dar a velha desculpa de sempre, que estou ocupado demais. 
Foi mais pela minha força de vontade em querer isso do que ter algo planejado para poder me dedicar mais à educação de Bianca. 
Para cuidar do bem mais precioso que Deus me deu - minha filha.
Força de vontade e determinação eu sei que tenho, agora é controlar e fazer tudo ao seu tempo e de forma correta.

Meus pensamentos foram interrompidos pela voz suave e amorosa da Bianca:
-Posso trazer meu namorado aqui e te apresentar?
 
[qualquer semelhança com fatos ou pessoas é uma mera coincidência... ou não!]

Obrigado,

Comentários

Descer Página
  1. !Que precioso relato Junior,ver crecer un hijo y las consecuencias que ello trae no es tarea fácil...

    Te dejo un fuerte abrazo, bella noche de domingo!

    ResponderExcluir
  2. É meu caro, seria mais fácil para nós pai se fosse o menino que estivesse dizendo isso. Eu, de minha parte, torço para que essa fase da minha filha chegue o mais tarde possível. Legal esse relacionamento amigável de vcs dois. Abçs.

    ResponderExcluir
  3. Para nós, como pai, seria mais fácil se fosse com o filho. Particularmente, torço que essa fase da minha filha chegue o mais tarde possível. Legal essa relação de vcs dois. Abçs.

    ResponderExcluir
  4. kkkk nenhum namorado vai servir, e é assim a mãe com o filho tbm.


    Tenho o prazer de convida-lo para participar da 2ª Edição Xícara de Ouro promovido pelo Café entre amigos, onde os leitores escolherão os melhores blogs de 2013.
    Para saber mais detalhes basta conferir o link abaixo, ficaria muito feliz com sua participação.
    http://www.cafeentreamigos.com/2013/11/2-edicao-xicara-de-ouro-eleicao-dos.html

    ResponderExcluir
  5. Este lance de ser Pai e Mãe nos dias de hoje anda cada vez mais complicado ... a moçada não tem nenhum preparo para lidar com isto ...

    Belíssima postagem ... a sensibilidade da garota é emocionante ...

    ResponderExcluir
  6. Amigo Felisberto, é difícil mesmo cuidar de filhos quando não se tem alguém para ajudar, eles crescem, filha é mesmo mais complicado quando é o pai que cuida né?
    O filme Em Busca da Felicidade é lindo, já assisti muitas vezes e sempre choro de emoção.
    Abraços meu amigo sempre querido!

    ResponderExcluir
  7. Felisberto parabéns mais uma vez!
    É realmente complicado a criação e educação de filhos adolescentes...
    Mais são fases... Dará tudo certo!
    Beijos,
    http://aspoderosas1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Pois é, uma atitude de peso é não se acovardar diante da realidade atual.
    Passamos por isso com a filha e ainda passando com um filho adolescente de 15 anos.
    Mais, o que devemos mesmo fazer é sentar conversar, participar dos seus momentos e dar responsabilidade de passar nossas agruras para eles também.
    Muito bom o conto Felisberto, agradecemos por compartilhar.
    Abraço

    ResponderExcluir
  9. No relacionamento com nossos (as) filhos (as), em todas as etapas, nos assustaremos! De namoricos ao noivado, ao casamento, ou ao ficar, quando menos esperamos estamos com netos no colo... É seguir ouvindo, dialogando e amando muito... é minha receita de vida! Nada fácil, mas tento!
    Abraço.

    ResponderExcluir
  10. Filhos adolescentes,precisamos ter
    paciência suficiente para entendê-los,mas aos poucos acabamos fazendo com que eles nos entendam.Não é fácil,mas é válido e gratificante, tudo que passamos de bom à eles.
    Lindo texto amigo Felis
    bjs
    Carmen Lúcia-mamymilu

    ResponderExcluir
  11. Felisberto, entre relatórios, incertezas, receber um abraço, um "eu te amo" de uma pessoinha de pijama é incrível! Todos amadurecemos, nos espantamos, mas sem nunca esquecer do companheirismo.
    Tenho ouvido muito isso por aqui "minha namorada' aos quase 11 anos!
    Beijo

    ResponderExcluir
  12. Olá Felis, na minha opinião nenhum namorado servirá e do mesmo jeito a mãe kkkk

    Abraços

    ResponderExcluir
  13. Meu amigo

    É mesmo difícil para um pai cuidar de uma filha nessa idade e sózinho, mas pelo que li há cumplicidade entre os dois e isso é meio caminho andado.
    Muitas felicidades para a filhota.

    Um beijinho com carinho
    Sonhadora

    ResponderExcluir
  14. Ahh amigo q fofinho, vc e sua filhinha...gostei!!! E no final o assunto namoro contiuou em destaque kkkk... é amigo essa fase vc não tem como escapar...
    Abçs e fica com Deus

    ResponderExcluir
  15. Adorei esse seu relato, Felis. E todo mundo segue tentando, tanto como pai quanto como filho, enfim... E esse silêncio em meio a uma mesa é praticamente um clichê. rs E pra variar o texto é tocante. Abraços.

    ResponderExcluir
  16. Caro Felisberto

    Pai só é sempre mal, pelo menos quando fica com uma filha. Uma filha, agora na adolescência e uma nova experiência pode vir a ser partilhada.
    Quanto ao poema, pode ser usado. Como é evidente comigo terei todo o gosto.
    Agradeço o comentário no meu post.
    Deixo um abraço

    ResponderExcluir
  17. Caro Felisberto

    Pai só é sempre mal, pelo menos quando fica com uma filha. Uma filha, agora na adolescência e uma nova experiência pode vir a ser partilhada.
    Quanto ao poema, pode ser usado. Como é evidente comigo terei todo o gosto.
    Agradeço o comentário no meu post.
    Deixo um abraço

    ResponderExcluir
  18. Meus parabéns.
    O seu relato me passou que é um ótimo pai,Um belo exemplo para a maioria dos homens.
    Achei lindo a forma que se expressou em relação a sua filha,
    Criar um filho[a]não é fácil,mais eles são os nossos maiores tesouros
    Um ótimo dia.
    Beijos..

    ResponderExcluir
  19. Felis, a vida é assim:de mudanças que às vzs não entendemos,mas que se confiarmos e presseguirmos teremos bons frutos.Linda tua relação com a Bianca e percebemos que os filhos crescem qnd eles fazem esta pergunta:Posso trazer o meu namorado para tu conheceres? :)
    E a vida prossegue.
    Abraços!!

    ResponderExcluir
  20. Oi Felis!

    Se o pai tivesse que escolher a idade certa pra sua filha namora, tadinha da menina...Mas pai é assim mesmo, se o assunto é ver sua bebe nos braças de um marmanjo, ele gela rs.

    Lindo relato, emoção pra quem é pai ou mãe!

    Meu amigo lindo!

    ResponderExcluir

  21. Olá querido.

    Lindo relato. Emocionante este momento espontâneo e sincero da Bianca. São atos que afagam e que despertam aos pais desejos imensos de continuarem merecendo a confiança e amor dos filhos. Não é fácil conduzir filhos adolescentes e pior ainda quando se trata de pai solteiro com filha. É uma experiência nova e surpreendente a cada dia, mas com amor tudo se ajeita. A cumplicidade é muito importante para que a filha não se perca com informações equivocadas de pessoas desavisadas. Você parece seu um excelente pai. Meu sobrinho de 5 anos já tem namoradinha na escolinha, pode?? É assim a vida atual, mas imagino o ciúme e insegurança de um pai quando se trata de uma filha.
    Que você e Bianca sejam sempre grandes amigos e que você seja inspirado por Deus a conduzir-lhe os caminhos com sabedoria.

    Vi o filme citado. Excelente.

    Dia maravilhoso para você.

    Beijo e grata pelo carinho.

    ResponderExcluir
  22. Bom dia meu poeta lindo.....

    Até chorei ao ler isso, pois tenho
    4 filhos lindos
    três meninas e um menino, sendo que os dois caçula são gemeos um casal maravilhoso

    Então quase não tinha tempo de ficar falando com eles, mas cada coisa que acontecia era assim.....ficar juntos e orientar..

    Hj estão todos fora, mas são meus melhores amigos, eu e minha filhas conversamos sobre tudo normalmente
    como sou separada tbém, falo de namorados numa boa
    Por isso seja sempre o melhor amigo da Bianca, ajude sempre e aprenda a confiar para que ela faça o mesmo.
    Resumindo vc e ela vão ser sempre os melhores pode acreditar, olha só falei demais rsrsrsr bjão e tenha um bom relacionamento

    Abraços

    ___________Rita!!!!

    ResponderExcluir
  23. Eu tenho uma filha de 10 anos.
    Estou me preparando para responder esta pergunta.
    Tomara que demore! kkkkk
    Acho que não existe pai que não tenho ciúme da filha, mas fazer o que?
    É o ciclo natural da vida.
    Só quero ela feliz.

    Abraço.

    ResponderExcluir
  24. PS: O destino aprontou mais em Encontros no aeroporto... confere lá.

    ResponderExcluir
  25. Gosto de ver esse tipo de texto e constato que estamos nos preparando melhor para as novas realidades, de pais solteiros que educam sozinhos os filhos como as mulheres já fizeram por muito tempo, os homens também podem. E sempre dando qualidade a essa educação, tentando dialogar e entender os filhos e principalmente as filhas que é mais difícil pra eles.

    ResponderExcluir
  26. Feliz,

    Eu fico emocionada porque tenho uma menina-moça que vai fazer 13 anos na proxima semana. Metida a saber de tudo, fala mais e ouve menos, já disse ter um namorado (beijar na boca é "eca", era amigo só para conversar) mas terminou por ser bobo demais, enfim.... seu texto, amigo, é tão simples e totalmente real.

    Beijos

    ResponderExcluir
  27. Olá Tudo bem! Visitei o seu blog e agora estou como seguidor se nãos e importa. Divulgue em meu twittter @ulissessebrian Obrigado e sucesso. E também tenho um blog gostaria que visitasse. Histórias empolgantes e que te emocionam. http://migre.me/dVvEK Ou http://truquedevida.blogspot.com.br/ https://twitter.com/ulissessebrian

    ResponderExcluir
  28. Olá Felisberto, tudo bem?
    Essa fase é mais complicada p/ as meninas, acho que se eu fosse mãe de menina não saberia lidar, mas como sou mãe de um rapaz é mais fácil, rsrs.

    Bjs, feliz semana!

    ResponderExcluir
  29. Boa noite Felis, me desculpe o atraso em vir ao seu cantinho!
    Nossa, hoje falarei pouco, o seu relato me emocionou porque retratou o amor entre pai e filha de uma maneira tão singela, tão tocante!

    Realmente a sua inspiração é adolescente e daria um ótimo autor de livros para essa faixa etária amigo! É uma linguagem muito envolvente e propícia! Amei!!

    Beijos e uma semana encantadora!

    ResponderExcluir
  30. oiii
    Eu acho que não importa se é menina ou menino, qdo vem a notícia estou namorando é de assustar qualquer um.
    No mundo de hj temos que conversar muito com nossos filhos e orientar.

    Adorei a postagem =)

    ResponderExcluir
  31. Felisberto, penso que nunca é fácil educar, para um pai solteiro, mais complicado ainda. Principalmente tendo em vista que vivemos numa sociedade machista, onde a responsavel pela educação dos filhos geralmente é a mãe... mas, já vi casos variados de pais solteiros e a grande maioria com sucesso! Ainda tem a questão de acharmos que menina será sempre a bebê do papai!

    Adorei o texto...

    Saudades!

    bjks

    JoicySorciere => CLIQUE => Blog Umas e outras...

    ResponderExcluir
  32. A alegria quem me da é você que
    leva seu carinho no meu blog.
    A algum tempo meu céu anda
    um pouco nublado e os Dias meio cinzentos.
    As noites um pouco longa ,
    mais sem perder o brilho das estrelas.
    E o encanto da lua brilhante
    beijando meu rosto.
    Obrigada por você existir na minha vida,
    obrigada por me ajudar a superar tantos
    momentos de incertezas.
    Que Deus abençoe você e eu beijos , Evanir.
    Deixei mimo de agradecimento na postagem.
    È simples mais de todo coração.
    Com você quero comemorar 500.000 Visitas
    e tenha certeza , você faz parte da minha historia.
    Eu acredito em Deus.

    ResponderExcluir
  33. Amigo querido.
    Amei seu relato e por compartilhar seus sentimentos quanto a sua filha. Minha Gabi começou a namorar com 13 anos. Eu permiti e o marido também porque o proibir é complicado e preferi-a pertinho a namorar escondido, fácil não é porque como sou muito ciumenta, queria na verdade estrangular o menino... rs (Não faça isso). Ela ficou namorando por um mês, depois terminou o namoro dizendo que se sentia muito presa. O legal de hoje é que ela conversa sobre tudo com a gente livremente e nunca nos esconde nada. Ela hoje com 17anos esta namorando novamente há dois anos e cinco messes, eu gosto muito de meu projeto de genro, o marido ainda não.
    Vamos aprendendo junto com eles a cada dia e tenho certeza que esta época de pré-adolescente vais tirar de letra. Sempre digo que filho devia vir com um manual de instruções... rs
    Parabéns por ser este pai tão carinhoso. Beijinhos a você e a Bianca.
    Até mais.

    ResponderExcluir
  34. Olá Felis
    Boa noite!

    Filhos é benção, mas precisamos muita paciência pra educá-los. Nem me fale. Tenho dois.
    Mas um abraço apertado, um “EU TE AMO” supera qualquer coisa, desarma a gente completamente.
    A educação dos filhos hoje em dia é meio que complicado, a paciência, a sabedoria, e o dialogo é um fator super importante na relação de ambos... Na verdade os filhos sempre acham que os pais não os entendem, mas com paciência eles sempre acabam entendendo quão importante são os pais na vida deles, e vice versa.

    Deixo um beijo e desejo de uma semana excelente.

    Ótimo feriado!

    ResponderExcluir
  35. Hi Felisberto ..
    Yes it is a tradition to go there on All Saints Day in the dark because we get to see thousands of lights it is so beautiful .. and it is only once a year .. Thanks for visiting and comments .. hope you have a lovely week hugs Nicki

    ResponderExcluir
  36. Ah, meu querido, que bela experiência de vida a tua linda filha está a te proporcionar... Não perca a chance de conhecer um pouco mais sobre essa adolescente que está te abrindo as portas do seu mundo, um convite precioso que os adolescentes só fazem para as pessoas que realmente importam na sua vida. Emocionou-me o abraço que ela te deu, a frase eu te amo e o convite para conversarem mais... Linda a cumplicidade que está se formando entre os dois! Tenho certeza de que saberás administrar com louvor o relacionamento pai/filha/namorado. Quanto ao filme À procura da felicidade, é um dos mais belos que já assisti, um filme comovente que nos mostra o amor do pai e sua luta por um lugar no mundo profissional. Na minha opinião esta foi uma das tuas mais belas postagens!
    Fica um sorriso brincando numa estrela dourada, para iluminar os teus dias junto dessa garotinha linda que é a Bianca!
    Com carinho,
    Helena

    ResponderExcluir
  37. Lembrei de uma amiga minha me relatando com desespero que sua filha de 13 anos tinha faltado ao colégio para namorar e ela não sabia...rsrs
    Até porque, pros pais, os filhos nunca crescem de fato... mas parece que hoje tudo está indo rápido demais... eu com 13 anos nem pensava nessas coisas... mas as gerações vão mudando.

    ResponderExcluir
  38. Felisberto ,
    Sua filha tem a sensibilidade do pai e você perceberá que lidar com ela será mais fácil do que imagina .
    Aproveitem juntos cada momento .
    O tempo passa rapidamente .
    Minha filha já está casada há quatro anos e morro de saudade de sua adolescência .
    Beijos a você e à Bianca

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Subir Página