O papagaio

 Com o surgimento da televisão, acreditava se que o rádio iria acabar.
Depois, a ameaça se chamava internet.
Mas o que aconteceu é que o rádio se redefiniu; afastou-se do seu conceito original e com o avanço das tecnologias e o desenvolvimento do sistema de comunicações, instaurou novos formatos para velhos conteúdos ou seja estabeleceu uma nova estrutura  que,   inclusive, concorre diretamente com o seu formato tradicional . 

 Contudo, apesar de todo esse  moderno aspecto multimédia, eu adoro mesmo é   ouvir rádio em seu formato original e tradicional.
Aliás, eu e mais um "monte" de fanáticos pelo rádio de/à pilha. 
Tanto que nos reunimos sempre para ouvir jogos de futebol pelo rádio. 
Tínhamos até como mascote um papagaio , que por questões óbvias ouvia futebol o dia todo. 

Certo dia resolvemos dá-lo de presente ao membro mais velho da turma, que era o padre da igreja do bairro. 
E o padre, muito feliz pelo presente, colocou o novo hóspede numa coluna junto ao púlpito. 
No domingo seguinte, começou seu sermão sob os nossos ouvidos atentos, fiéis amigos e do papagaio: 
- Meus irmãos! Cristo nasceu na Terra Santa, passou por Belém, passou por Nazaré, passou pela Galiléia, passou por Jerusalém, passou por... 
- Chuta logo para o gol !- interrompeu o papagaio - Antes que  venha outro zagueiro.
(ړײ
[eu  tinha prometido que não iria escrever piada de papagaio aqui , nem sobre o passional futebol  e muito menos citar  o nome Santo de Cristo em vão; pois é, 'perco a promessa [sic], mas não perco a piada!']
[Não sou o autor da "ideia" da piada.] 
O direito autoral defende a expressão de uma ideia, mas não a ideia.
[Das 'antigas', o que você ainda gosta?]
Obrigado,

Comentários

  1. Enquanto isto eu daqui rindo feito um bobo ... kkkk

    Beijão

    ResponderExcluir
  2. FELISBERTO: Gostei do póster e tb da imagem linda do papagaio.Ele me lembrou um que tínhamos aqui em casa. O coitado morreu de velhice...rss! Eu aprecio o rádio.Só não vejo muito, por falta de tempo mesmo! Legal o conto! O papagaio é um bicho meio cômico!!! Amigo, tenha um bom dia! Beijos!!

    ResponderExcluir
  3. Boa noite Felisberto.
    É meu amigo as suas palavras sobre o radio, me lembrou meu amado pai, ele tinha um radio que era a paixão dele, bateu saudade daquele tempo onde chegava da escola e via meu pai escutando o radio, empolgado. Uma feliz noite. Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Hahahaha, já pensou? Esse papagaio gosta mesmo de um rádio, pode até trabalhar num estádio, kkkkk! Embora tenha trabalhado em rádio não tenho o hábito de ouvir, mas sempre que leio histórias assim lembro do radinho de pilha da minha avó chiando às 6 da manhã. Abraços!

    ResponderExcluir
  5. rsrsrs... Boa!!!
    Quase não ouço rádio, mas os rádios me trazem à memória o meu pai, sentado com o ouvido perto do seu, que mais parecia um caixote retangular. Isto acontecia diariamente, tanto para acompanhar os jogos como para ouvir notícias.

    Estou lenta com a vida virtual, kirido, mas não o esqueço, viu?

    Beijo.

    ResponderExcluir

Postar um comentário