O vinho e o sangue

O tédio dos dias quentes seca-me os lábios. 
Deixa-os sequiosos à espera de uma gota. 
Volto os olhos em direção à adega . 
A garrafa de vinho se insinua para mim. 
Estico a mão. 
O vinho. A taça.
O vinho na taça.
A taça  meio cheia.
Sorvo o vinho.   
A taça    vazia. 
Deixo cair. 
Os estilhaços  ferem -me . 
Sorvo o sangue .
  Mistura de sangue e vinho na boca.  
 Um sabor conhecido. 
 Abro-me em longo sorriso.
O vinho e o sangue.
 O vinho. O sangue. 
  Lembra - me de ti.  
 Lembra - me a tua língua.
Que passava na minha boca.
Lembra - me de  teu sabor do amor colado no lençol.
Lembra - me a primeira vez.
°
[ repaginada, qualquer semelhança com fatos ou pessoas é uma mera coincidência, ou não!]
°
Obrigado, 

Comentários

Descer Página
  1. Que sensível, Felis. E romântico. Abçs e boa semana.

    ResponderExcluir
  2. Olá Felis. Adorei este seu poema, a imagem do vinho com o sangue foi soberba.
    Um excelente dia para si. Bjs

    ResponderExcluir
  3. Sou apaixonado por escritos meio que assim underground ... fico fascinado ...

    ResponderExcluir
  4. Que espetáculo Felis! Esse poema é realmente um marco da criatividade e sensibilidade que você produziu até então...
    Sangue e vinho, palavras com dimensões opostas e também convergentes...
    Vejo que ainda tenho tanto para descobrir em seus poemas e suas palavras...
    E digo que fico até "sem palavras" para descrever um comentário acerca de uma obra dessa envergadura...
    Mil parabéns amigo e muito obrigada por tudo isso!!

    Peço para continuar, pois sua criatividade jamais se esgotará!!
    Um grande beijo e uma semana maravilhosa lhe desejo!

    ResponderExcluir
  5. Vinho é forte. Para os fortes.
    Linda poesia, Felisberto!

    ResponderExcluir
  6. Oi, Felis, como vai?
    Vinho combina perfeitamente com momentos a dois... a parte que eu mais gostei foi de que a lembrança abriu um longo sorriso, e assim devem ser lembrados os momentos que passamos com quem amamos, para que possamos ser agraciados com mais momentos inesquecíveis!
    Meu amor também gosta de vinho, isso é ótimo, pois assim é possível a partilha.
    Seu escrito me deu saudades! :)
    Abraços!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Subir Página